Campus Virtual - Instituto Politécnico de Tomar
Campus Virtual - Instituto Politécnico de Tomar
Campus Virtual - Instituto Politécnico de Tomar
Projecto E-URede Wi-FiFAQ's - Perguntas FrequentesDownloadsReferênciasAjuda
Campus Virtual - Instituto Politécnico de Tomar
     

Configuração de GNU/Linux

Características gerais

Antes de se iniciar o processo de configuração da rede "e-U" ou da rede "" nestes ambientes (GNU/Linux), tem que se aceder à área de downloads e descarregar a versão adequada do open1xsupplicant.

Instalação do Open1xSupplicant

Para iniciar a instalação do Open1xSupplicant, basta seguir os seguintes passos:

Para os RPMs:

  1. Descarregar o rpm da página e colocá-lo numa directoria;

  2. Utilizar os utilizatários disponívis para instalação de RPMs existentes no sistema (ex: YaSt)

  3. No caso de não existirems quaisquer utilitários, numa consola executa-se o comando:
    rpm -uvh open1xsupplicant-x.x-x.x.i386.rpm

  4. Perante a inexistência de erros, passa-se à inatalação do Xsupplicant, bastando para isso seguir os passos mencionados na fase seguinte, optando somente na escolha de instalação do Xsupplicant.

Para os pacotes TAR.GZ

  1. Descarregar o pacote tar.gz da página e colocá-lo numa directoria (ex: /usr/local)

  2. Aceder à directoria onde se encontra o pacote e descomprimi-lo:
    tar -zxvf open1xsupplicant-x.x-x.x.tar.gz

  3. Aceder à directoria criada pelo pacote descomprimido, a open1xsupplicant-x.x-x.x

  4. Executar o script de instalação:
    ./install.sh





  5. Neste ponto, basta seguir as indicações de instalação que vão sendo dadas ao longo deste processo.
    • Se não for possivel executar o ponto 4, execute o script de instalação básica:
      ./basic_install

    • Terminada a instalação, acedendo ao ficheiro de log install.log na directoria descomprimida, pode verificar-se os erros resultantes do processo de instalação,sendo habitualmente provocados falta de determinado compilador para compilar as fontes ou a falta de uma livraria. Nesta situação, deve-se instalar os pacotes e ficheiros em falta e repetir o processo novamente.

  6. Atingido este ponto sem qualquer incidente, a instalação da aplicação encontra-se concluída e pronta a funcionar.

Utilização do Open1xSupplicant

Para iniciar o Open1xSupplicant, basta executar open1xsupplicant numa consola ou no ambiente X.

    Perante este cenário, o utilizador pode colocar as suas credênciais (nome e palavra chave) para a autenticação nos respectivos campos, alterar o registo primindo o botão alterar para que a modificações tomem efeito, e submeter os parâmetros executando o botão submeter, efectuando assim o processo de autenticação (executando Xsupplicant).

    Seleccionando o separador Configuração, acedemos ao menu que nos permite efectuar a configuração dos parâmetros de rede.

    Os parâmetros disponiveis são a interface a utilizadar no processo de autenticação, o método de autenticação a utilizar, o SSID (Service Set Identifier) da rede em causa, o tamanho da chave WEP (Wired Equivalent Privacy) para a pré-associação da interface ao AP (Access Point - Ponto de Acesso), e por último se utilizamos DHCP (Dynamic Host Configuration Protocol), e em caso afirmativo qual o tipo de cliente de DHCP que possuimos.

    Acedendo ao menu Ficheiro, temos disponiveis três sub menus.

    No primeiro sub menu, Limpar Campos, pode-se limpar todos os campos indicados anteriormente, podendo-se guardar os parâmetros anteriormente configurados criando o ficheiro de configuração do Xsupplicant, executando Guardar ou simplesmente fechar a aplicação seleccionando Fechar.

    O menu Configurar serve para auxiliar na pré-preparação da interface e aplicações, de modo a ser possível executar o Xsupplicant sem problemas.

    Em Act/Interfaces actualiza-se a lista de interfaces disponíveis para a autenticação, em Parar DHCP pode-se parar o cliente de DHCP na interface de aplicação, se este se encontrar activo, visto que nesta situação o Xsupplicant não vai funcionar. Em Parar Autenticação, pode-se parar um processo do Xsupplicant que esteja em funcionamento, permitindo dar início a um novo de modo a repetir o processo de autenticação, caso seja necessário. Por último, em Mostrar Ficheiro Log Xsuppliocant, é mostrado o ficheiro de log do Xsupplicant para se obterem informações que mostrem o actual estado da aplicação.

    No último menu, Ajuda, são disponibilizadas dois tópicos de informação, abordando os autores do projecto e do tipo de aplicação utilizado.

    O primeiro sub menu, Créditos, são apresentados os créditos do Open1xsupplicant, e em Sobre é mostrada a informação sobre o tipo de aplicação desenvolvida.

 
     
 
Mapa do SiteVoltar ao Topo da Página
 
Símbolo da Acessibilidade na Web União Europeia Fundação para a Computação Científica Nacional e-U (universidade electrónica) Programa Operacional da Sociedade do Conhecimento UMIC - Agência para a Sociedade do Conhecimento
Direitos Reservados © 2005
Instituto Politécnico Tomar